Um delegado de Natal, Rio Grande do Norte, mandou soltar um homem em situação de rua detido por pular o muro de uma creche para defecar. O seu despacho chamou a atenção por usar expressões que não são lidas com frequência em documentos policiais. No texto, o autor critica as autoridades pela condução de um inocente até a delegacia da Zona Norte da capital: “Cagalança geral, do prefeito ao secretário”, afirmou.

O delegado Aldo Lopes de Araújo assinou o despacho no domingo. Ele já ganhou prêmios de literatura e foi editor de cultura em um jornal de João Pessoa, Paraíba.

Sobre o autor

Relacionados

comentários